PorkWorld - O Mega Portal da Bovinocultura de Corte Brasileira

Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis

Terça-feira, 30 de Maio de 2017 às 16h06

Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis
Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis
Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis
Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis
Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis
Ceva Saúde Animal realiza 1º Simpósio Internacional Velactis

A Unidade de Pecuária da Ceva Saúde Animal promoveu nos dias 25 e 26 de maio o 1º Simpósio Internacional Velactis. O encontro reuniu médicos veterinários, produtores e clientes para debater a importância do bem-estar animal, saúde do úbere, melhores práticas de manejo, lucro do produtor  e apresentar o Velactis, primeiro e único facilitador de secagem do mundo. O evento foi realizado em Atibaia, e contou com a participação de mais de 200 convidados. “Estamos muito felizes de realizar esse evento, o primeiro após a aquisição da Hertape e da Inova. Hoje somos uma das cinco maiores empresas de saúde animal do mundo e temos ainda mais força no mercado de farmacêuticos e biológicos para bovinos. Esse simpósio para nós é quase uma comemoração, pois agora em julho, o Velactis completará dois anos de muito sucesso no Brasil. Esse produto inovador revolucionou o setor da pecuária de leite, ajudando os produtores a realizarem a secagem de forma prática e eficaz, uma necessidade que sempre existiu no ramo. Hoje temos orgulho de dizer que mais de 50 mil vacas foram secas com Velactis no país”, afirmou o presidente da Ceva Saúde Animal, Fernando De Mori.

Na sequência, a renomada pesquisadora canadense da UBC (University of British Columbia), Marina von Keyserlingk, mostrou como  as vacas sofrem com a secagem tradicional. A pesquisadora também abordou melhores práticas de manejos para o bem –estar de vacas leiteiras durante a fase de lactação, secagem, parto e pós-parto.  “O bem-estar da vaca precisa ser levado em consideração sempre. Eventos como esse são extremamente importantes, pois estimulam a discussão sobre a secagem e a reconhecem como parte importante da lactação. Um período seco mal executado pode trazer uma série de problemas para o animal e para o produtor”, comenta Marina. Em seguida, Alex Bach, professor e pesquisador do instituto espanhol IRTA (Investigación y Tecnología Agroalimentarias), falou sobre as diversas práticas utilizadas no período seco e mostrou uma série de pesquisas sobre o uso do Velactis. “Durante os estudos de campo, o Velactis se mostrou uma excelente ferramenta pois ajuda a diminuir o ingurgitamento do úbere, diminui os vazamentos de leite e garante maior conforto para os animais durante o processo”, declarou Bach.

Após as apresentações dos especialistas, Roberto Jank Jr, sócio da Agrindus, empresa agropecuária familiar, proprietária do maior rebanho holandês registrado no Brasil, contou sua experiência com o uso do Velactis. “Em nossa fazenda, investimos no conforto dos animais. Sempre buscamos formas de proporcionar maior bem-estar. Nosso protocolo de secagem é feito utilizando o Velactis, nossas vacas são secas aos 225 dias de gestação, o que proporciona o ganho de mais 10 dias de lactação. A cada R$ 1 real investido no produto, o retorno é de R$ 4. Com o uso do produto feito no mesmo dia da secagem, após a última ordenha, a vaca é direcionada ao lote de vacas secas sem qualquer estresse ou perda da condição corporal. Além disso, temos visto resultados animadores no baixo índice de vazamento de leite e na diminuição do surgimento de mastites”, contou Jank. No segundo dia do evento, Alex Souza, Gerente Técnico de Pecuária da Ceva Saúde Animal abordou o uso e os diferenciais do Velactis. “O produto inibe a secreção da prolactina, reduzindo a produção de leite, o que facilita a secagem. A ação do Velactis não é no úbere e sim central, por isso ele é aplicado em uma única dose intramuscular na secagem abrupta”, explicou. O profissional também apresentou dados de pesquisas realizadas na Inglaterra sobre o uso de Velactis associado ao uso de selante de teto e antibióticos Intramamários.

Em seguida, Rudsen Pimenta, Gerente de Marketing de Pecuária da Ceva Saúde Animal, apresentou uma série de cálculos para mostrar as vantagens econômicas do Velactis. “O uso do produto proporciona benefícios em todas as fases produtivas, atuando na produção, secagem e na lactação seguinte. Velactis diminui o descarte de leite, reduz drasticamente a incidência de mastites, o que proporciona economia com a compra de antibióticos e de mão de obra. Além disso, a saúde do animal é preservada, o que significa menos mortalidade e descarte de animais. Com o uso do Velactis na secagem, o produtor lucra R$ 3 para cada R$ 1 investido no produto”, afirmou Pimenta. No final do evento, alguns produtores contaram suas experiências com o uso do Velactis. “Vejo a compra do Velactis como um investimento, pois o ganho em produção que o produto proporciona já faz com que ele seja pago e ainda gera lucro para o negócio”, comentou Félix José Murano Jr, gerente da Granja São Roque

Sobre a Ceva Saúde Animal - A Ceva Saúde Animal é uma das cinco maiores empresas de saúde animal do mundo, presente em mais de 110 países tem sua atuação focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia, e produção (bovinos, suínos e aves). Mais informações disponíveis no site: www.ceva.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira