PorkWorld - O Mega Portal da Bovinocultura de Corte Brasileira

SBC, líder brasileiro em Sisbov, agora certifica GLOBALG.A.P.

Sábado, 29 de Setembro de 2018 às 17h29

SBC, líder brasileiro em Sisbov, agora certifica GLOBALG.A.P.

O Serviço Brasileiro de Certificações (SBC), empresa líder no mercado de fazendas certificadas para exportação de carne bovina à Europa, iniciou, agora em setembro, os trabalhos com produtores de frutas, legumes e verduras que desejam exportar para a União Europeia, utilizando a mais importante certificação internacional de Boas Práticas Agrícolas: GLOBALG.A.P.

O GLOBALG.A.P. garante acesso dos produtos à mercados internacionais mais exigentes, além de fidelizar os atuais clientes. A Norma trata dos pontos de rastreabilidade, técnicas de produção, uso controlado de defensivos químicos, preservação do meio ambiente e recursos naturais, aspectos higiênicos e sociais. O protocolo ainda aprimora a gestão das empresas agropecuárias a partir da implantação de um sistema de qualidade e garante a rastreabilidade dos produtos, permitindo que o consumidor conheça a origem das matérias-primas e todo o processo de produção.

A certificação GLOBALG.A.P. surgiu há 20 anos para que os supermercados e redes de varejo europeus tivessem um protocolo uniforme para a compra de produtos dentro e fora do continente, seguindo requisitos sociais de segurança alimentar e proteção ambiental. Hoje, esse protocolo existe em mais de 160 países. Para a obtenção definitiva da acreditação GLOBALG.A.P., a SBC também passou por auditoria do INEMTRO, com o intuito de avaliar e checar se os pontos para atender o protocolo estão sendo seguidos como o GLOBALG.A.P. necessita.

A auditoria do Inmetro ocorreu no SBC, que também congrega a acreditação para a ISO 17065, e envolveu duas fases.  Na primeira etapa, foi realizada a chamada “Auditoria Testemunhada”, quando o auditor do Inmetro e um especialista do protocolo acompanharam o trabalho de um auditor da empresa atuando junto a um produtor cliente do SBC, verificando a conformidade de todas as normas. Nos outros dois dias, foram realizados auditoria de escritório, com dois profissionais do Inmetro vistoriando todos os documentos e as instalações do SBC. “Deu tudo certo. Nosso auditor foi muito elogiado no trabalho em campo. E, dentro da empresa, eles conheceram a política do SBC, o manual de procedimentos, o manual técnico, todo o trabalho realizado pela diretoria. Muito em breve, resolvendo algumas melhorias levantadas, teremos a acreditação definitiva, explicou Matheus Modolo Witzler.

O Serviço Brasileiro de Certificações (SBC) foi fundado em 2002 para cerificar o SISBOV e atender a demanda de exportação de carne bovina à Europa. Hoje, lidera este mercado, atuando em 40% das fazendas brasileiras certificadas, incluindo os grandes confinamentos do país, e quase dois milhões de bois por ano. Também atua nas certificações de protocolos particulares. Tem presença em onze estados brasileiros e escritórios em Cuiabá, Goiânia, Campo Grande, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, além de representante no Paraná.

Neste momento, a empresa prepara um novo salto ao entrar no segmento de HortiFrutis. O Brasil é o terceiro maior produtor mundial de frutas, com cerca de 44 milhões de toneladas ao ano. Por outro lado, apenas 2,5% desse total são destinados ao mercado externo e o país ocupa apenas a 23ª posição no ranking mundial do segmento (Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados - ABRAFRUTAS). Nossos principais clientes são a União Europeia (70% das cargas) e os Estados Unidos (15%). A expectativa é que o Brasil dobre a produção em cinco anos e aumente em pelo menos 50% o volume de exportações até o fim da década. Em 2017, os embarques brasileiros somaram 784 mil toneladas, com um faturamento de US$ 852 milhões, ficando atrás de outros países latino americanos, como Chile (US$ 4 bilhões) e Peru (US$ 2,4 bilhões). “Diferentemente de produtos como carnes, café e açúcar, com os quais estamos ao mesmo tempo na lista dos maiores produtores e dos principais exportadores, no setor de frutas, ainda temos esse desafio de crescer muito nas exportações”, analisou Jorge Souza, diretor técnico da Abrafrutas.

Há uma grande diversidade na produção brasileira, com as lavouras espalhadas por todas as regiões do país. Entre as inúmeras variedades produzidas, merecem destaque abacaxi, melancia, melão, laranja, banana, coco, limão, maçã, mamão, manga e uva. Já o mercado brasileiro de hortaliças é altamente diversificado e segmentado, com o volume de produção concentrado em seis espécies: batata, tomate, melancia, alface, cebola e cenoura, sendo a agricultura familiar responsável por mais da metade da produção. 

“Nosso objetivo é estar ao lado dos produtores para que eles comercializem com a maioria dos países do mercado europeu. Vamos entrar com força total, desejamos conquistar novos clientes, diversificar as fontes de renda e atuar com novos produtos. Nunca tínhamos feito certificações de frutas na empresa e o mercado está pedindo mais certificadoras. E essas exigências vão proporcionar um novo estágio para o SBC, seus colaboradores, os técnicos e toda a diretoria. É uma nova fase que começa”, concluiu Matheus Modolo Witzler.

“O SBC vem atuando com Certificação Sisbov há 16 anos e hoje é líder de mercado. Porém, enxergamos que, mesmo na liderança, há uma grande importância em diversificar as certificações em que temos expertise. Abrir um leque de certificação e não apenas no segmento da Pecuária. Há dois anos, discutimos e consideramos de grande importância investir em novas certificações e acreditações. Para diversificar a atuação, além da receita, é óbvio. Começamos a implantar todo o processo interno para sermos acreditado ao ISO 17065 e, com isso, trouxemos o credenciamento junto ao GlobalG.A.P. no escopo frutas, legumes e verduras. A gente enxerga neste setor um mercado bastante crescente. Em frutas, de forma geral, são muitas exigências. E não só para vender à  Europa, mas para todos os países que exigem GlobalG.A.P. Demandados por consumidores e redes de varejo. E quem exige isso é o consumidor e o varejista. É uma grande oportunidade de mercado. O SBC vai continuar forte e atuante na Certificação Sisbov, porém vamos investir consideravelmente em outros segmentos. E já adianto que estamos indo atrás de novas acreditações, galgando o lado da indústria, tanto frigorífica como em outros tipos de processamento de carnes. Nosso objetivo à médio prazo é ter pelo menos mais duas ou três certificações, atuando em novos selos e novas certificações, atendendo um mercado que promete um crescimento vigoroso nos próximos anos ”, concluiu o Diretor Comercial do SBC, Sérgio Ribas Moreira.

 

 

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receba FREE a Revista on-line e a Newsletter Semanal
Ave World - O Mega Portal da Avicultura Brasileira